Gestante é morta e tem bebê arrancado da barriga por mulher que fingia gravidez em Macaé

Suspeita foi presa após dar entrada na UPA da Barra de Macaé com o recém-nascido, que também morreu


Uma jovem de apenas 22 anos, que estava grávida de nove meses foi morta e ainda teve o bebê arrancado de sua barriga, nesta quarta-feira (17), na comunidade Nova Holanda, em Macaé. O corpo de Pâmella Ferreira Andrade Martins foi encontrado pela Polícia Militar (PM) dentro de sua residência.

A suspeita de praticar o crime, uma mulher de 22 anos, subtraiu o bebê e deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Barra de Macaé, com o recém-nascido, afirmando que era seu filho.

A criança morreu pouco após dar entrada na unidade de saúde. A Polícia Militar (PM) informou, que a suposta autora do crime passou mal e foi socorrida para o Hospital Público Municipal (HPM), onde foi presa por agentes do Serviço Reservado da PM (P2), após denúncias da equipe médica da UPA.

Segundo a PM, na bolsa da suspeita foram encontrados um canivete e uma faca, que podem ter sido utilizados para matar a gestante, e retirar o bebê da barriga da mãe.

Ainda segundo a PM, testemunhas relataram que a suspeita fingia estar grávida e foi vista nesta terça-feira (16) na companhia da vítima. Familiares de Pâmella contaram à polícia que a mulher presa afirmou que “iria arrumar um filho de qualquer maneira”, mas eles não contavam que ela pudesse praticar o crime.

A suspeita está neste momento prestando depoimento da 123ª Delegacia Policial (123ª DP).

*Matéria em  atualização

*Com informações do jornal O Dia.

Categorias: Macaé

Fotos da notícia




Outras notícias